Foi em 1995 que o realizador Michael Bay juntou Will Smith e Martin Lawrence como dois polícias de Miami que tinham de encontrar 100 milhões de dólares de heroína roubada de um armazém onde a polícia guardava provas de crimes numa corrida contra o tempo entre tiroteios, assassinatos e perseguições de automóvel.

Feito por apenas 19 milhões, "Os Bad Boys" rendeu mais de 141 em todo o mundo, ajudando a consolidar a carreira dos três em Hollywood.

A sequela de 2003, "Bad Boys 2", rendeu 270 milhões a nível mundial. Metade foram do mercado norte-americano e apesar de ser o dobro das do primeiro filme, o balanço foi considerado uma desilusão porque os custos do filme, em que todos já eram grandes estrelas, dispararam para os 90 milhões.

Apesar disso, pelo menos desde 2008 que Hollywood está a tentar juntar outra vez Will Smith e Martin Lawrence e no ano passado o primeiro garantiu que "Bay Boys 3" estava "muito, muito, muito próximo" de acontecer.

Agora, 14 anos após o último filme, a outra metade da dupla está a perder as ilusões.

"Acho que não vamos fazer um, não pela forma como tudo está a andar", disse Martin Lawrence à Entertaiment Weekly.

"Will está a fazer outro filme e acho que não vai acontecer", acrescentou.

O projeto já teve três datas de estreia e perdeu o realizador Joe Carnahan em março, mas Lawrence garantiu ainda que continua disponível se alguma coisa se alterar: "Estou pronto se eles quiserem fazê-lo,  mas não tenho controlo nisso. Essa é a decisão do estúdio".

Foi precisamente o estúdio Sony que retirou recentemente o projeto da sua agenda, onde estava com 9 de novembro de 2018 como última data de estreia.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.