Antes de James Corden e Rebel Wilson anunciarem "1917" como o vencedor do Óscar de Melhores Efeitos Visuais, os dois gozaram com o gigantesco flop que foi a adaptação de "Cats".

Vestidos a rigor como as suas personagens no filme de Tom Hooper, disseram que "ninguém mais do que nós percebe a importância de bons efeitos visuais".

A piada foi bem recebida na cerimónia de domingo à noite, mas o sindicado do setor não gostou da sugestão de que o fracasso catastrófico do filme foi por causa da má qualidade dos efeitos visuais.

"Cats": versão com efeitos melhorados chega aos cinemas após "flop" nas bilheteiras
"Cats": versão com efeitos melhorados chega aos cinemas após "flop" nas bilheteiras
Ver artigo

"Os melhores efeitos visuais do mundo não vão compensar uma história mal contada", defendeu a organização em comunicado, acrescentando que "num evento que celebra o trabalho de talentosos artistas, foi uma tremenda desilusão que a Academia tenha decidido fazer dos efeitos visuais o alvo de uma piada".

"Os nossos artistas, técnicos e inovadores merecem respeito pelas suas notáveis ​​contribuições para o entretenimento no cinema e não devem ser apresentados como um muito conveniente bode expiatório para fazer rir", acrescenta o texto.

Vale a pena recordar que o estúdio decidiu enviar para os cinemas uma versão com "alguns efeitos visuais melhorados" ao fim dos primeiros dias de exibição nos EUA, após as críticas generalizadas à estética que transformava atores nos felinos.

VEJA O MOMENTO.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.