Com a retirada de vários colegas, Chris Hemsworth é o mais antigo Vingador ainda em atividade no Universo Cinematográfico Marvel, apesar dos seus 39 anos: Thor foi o protagonista de quatro filmes desde 2011, a que se somam mais cinco entradas.

E o ator australiano prepara a despedida: numa nova entrevista, fica mesmo a incerteza se ainda existe outro filme no horizonte centrado no Deus do Trovão.

"Não sei. Acho que haverá mais para dizer que as pessoas me quiserem ouvir dizê-las", explicou à Vanity Fair.

Relembrado que o recente "Thor: Amor e Trovão" deixa a sugestão que haverá mais para contar, Hemsworth disse estar "completamente disponível" se "existir algo único, novo e inesperado a ver com a personagem e o mundo. Sempre adorei a experiência. Estou muito agradecido por poder fazer algo diferente de cada vez".

Mas acrescenta: "Sinto que provavelmente teríamos que fechar o livro se alguma vez o voltasse a fazer, percebe o que quero dizer? Sinto que justifica isso. [...] Que seria o final, mas isto não se baseia em nada que alguém me tenha dito ou em qualquer tipo de plano. Temos este nascimento de um herói, a jornada de um herói, depois a morte de um herói, e não sei... estou nessa fase? Quem sabe?".

Mais certa é a intenção de abrandar, revelando que vai fazer uma pausa prolongada no trabalho após a descoberta que tem uma predisposição genética para a doença de Alzheimer durante a rodagem da sua série "Limitless" (os seis episódios foram lançados na quarta-feira no Disney+ e esse momento é revelado no quinto).

Embora tenha feito questão de deixar claro que não recebeu um "diagnóstico pessimista" e pode tomar "medidas preventivas" concretas para minimizar o risco, como ser (ainda) mais rigoroso no regime físico e alimentar, nas horas de sono e nos níveis de stresse, existe "motivo para preocupação": o avô tem a doença degenerativa que afeta progressivamente a memória e a predisposição genética revela ter 8 a 10 vezes mais probabilidades de vir a ser afetado.

Uma descoberta que, revela, o forçou a encarar "a realidade" da sua própria mortalidade: "Realmente desencadeou algo em mim para querer tirar algum tempo. E desde que terminámos a série, tenho estado a completar as coisas para as quais já estava contratado. Agora, quando terminar esta promoção [de imprensa], irei para casa e vou ter um bom descanso e apenas simplificar. Estar com as crianças, estar com a minha esposa".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.