A 15ª edição do Festival de Cinema de Sevilha decorre entre 9 e 17 de novembro e será, a exemplo do ano passado, marcado por uma forte presença portuguesa.

O SAPO Mag estará presente no festival, que exibirá mais de 200 filmes e contará com a presença de vários nomes importantes do cinema europeu, como Valeria Golino, Emmanuelle Devos, Paz Vega, Abdellatif Kechiche e Roy Andersson, que receberão prémios honoríficos.

Destaque ainda para cineastas como Olivier Assayas (cujo novo trabalho, “Non Fiction”, abre o certame), Christophe Honoré, Mia Hansen-Love e Adina Pintille, entre muitos outros.

Serão seis títulos lusitanos que serão apresentados: “Raiva”, de Sérgio Tréfaut, “Extinção”, de Salomé Lamas”, “Diamantino”, de Gabriel Arantes e Daniel Schmidt, “Mariphasa”, de Sandro Aguilar, “Sobre tudo e sobre Nada”, de Dídio Pestana e “Rei Sol” – coprodução com a Espanha realizada por Albert Serra.

Seis filmes portugueses na seleção oficial do festival de Sevilha
Seis filmes portugueses na seleção oficial do festival de Sevilha
Ver artigo

A programação deste ano volta a reforçar a crença, exposta pela organização ao SAPO Mag no ano passado, de que a “cinematografia portuguesa é das mais fascinantes da Europa”.

Lutar pela Europa

De resto, o belo festival do sul de Espanha surge profundamente conectado com a ideia de Europa e é o palco para o anúncio dos filmes que concorrerão, em categorias diversas (Melhor filme, documentário, animação, curtas-metragens, escolha do público e prémio jovem), aos European Film Awards, cuja cerimónia decorre em 15 de dezembro – também na capital andaluza.

Da seleção prévia de 49 filmes, “Diamantino” é o único português a concorrer às nomeações.

Depois de uma edição de 2017 marcada pelo fantasma da crise catalã, que era possível vislumbrar num simples passeio pela cidade, onde as bandeiras da Espanha decoravam a paisagem urbana, a de 2018 surge politicamente menos convulsa a nível local mas com temas como os do Brexit a continuarem desafiando a ideia de um continente unido.

Neste sentido, o festival não vive só de filmes, mas de diversos eventos ligados à indústria que marcam essa tentativa de, por meios alternativos e num circuito cada vez mais restrito, fazer circular os filmes europeus.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.