Com a temporada dos prémios encurtada porque a cerimónia dos Óscares é a 9 de fevereiro, três semanas mais cedo do que é habitual, sucedem-se as listas de nomeações de várias organizações da indústria do cinema.

Surpresa nos BAFTA: "Joker" é o grande líder nas nomeações para os "Óscares" britânicos
Surpresa nos BAFTA: "Joker" é o grande líder nas nomeações para os "Óscares" britânicos
Ver artigo

O Sindicato de Realizadores de cinema, televisão e publicidade nos EUA (DGA), um dos dos melhores prognosticadores dos Óscares, também divulgou os seus nomeados, divididos entre uma categoria principal e outra reservada para os que se estreiam em longas-metragens de ficção.

Aos antigos premiados Martin Scorsese ("O Irlandês") e Sam Mendes ("1917"), Quentin Tarantino ("Era Uma Vez em... Hollywood") e Bong Joon-ho ("Parasitas") junta-se uma relativa surpresa, a nomeação de Taika Waititi por "Jojo Rabbit".

As ausências mais notadas são as de Todd Philips ("Joker"), Noah Baumbach ("Marriage Story"), Greta Gerwig ("Mulherzinhas") e James Mangold ("Le Mans '66: O Duelo").

Com a presença de mulheres e afro-americanos, a categoria de realizadores estreantes destaca-se pela maior diversidade, que tem sido um tema nas últimas temporadas de prémios: concorrem Mati Diop ("Atlantics"), Alma Har´el ("Honey Boy"), Melina Matsoukas ("Queen & Slim"), Tyler Nilson e Michael Schwartz ("O Falcão Manteiga de Amendoim) e Joe Talbot ("The Last Black Man in San Francisco").

Tarantino, Scorsese, "Joker" e os suspeitos do costume: produtores americanos anunciam nomeações para prémios
Tarantino, Scorsese, "Joker" e os suspeitos do costume: produtores americanos anunciam nomeações para prémios
Ver artigo

Os prémios dos realizadores têm sido um dos melhores prognosticadores dos Óscares, ainda que mais de 16 mil membros votem nos DGA e pouco mais de 500 formem o grupo na Academia: nos 71 anos anteriores do DGA, apenas sete vencedores não conquistaram a seguir a estatueta dourada.

As nomeações do DGA foram conhecidas com poucas horas de diferença em relação às do sindicato dos produtores e dos BAFTA (atribuídos pela Academia de Cinema e Televisão Britânica, popularmente conhecidos como os "Óscares britânicos").

As escolhas do interior da indústria apontam para os filmes de Tarantino, Scorsese, Mendes, Joon-ho, Phillips e Waititi recolherem mais apoios esta temporada, seguidos de perto por "Marriage Story" e "Knives Out".

Os premiados do DGA serão conhecidos numa noite de gala a 25 de janeiro.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.