O Avanca 2020 decorre no dia 17 por videoconferência e entre 22 e 26 de julho em Avanca, concelho de Estarreja, sendo uma das atividades paralelas uma espécie de “campo de férias” para jovens “cineastas”, este ano com restrições devido à pandemia.

“Pela primeira vez, jovens entre os 12 e os 16 anos vão produzir filmes a pensar no distanciamento físico desejado neste período pandémico das suas vidas”, explica o Clube em nota de imprensa.

Os filmes vão ser produzidos mantendo a distância de dois metros entre cada participante e com o uso obrigatório de máscara, sempre que se justifique.

Grupos reduzidos de jovens vão aprender e experimentar fazer um filme, primeiro por videoconferência e depois, já em Avanca, cumprindo as regras de distanciamento.

“A história, o ‘storyboard’, o guião, a localização, os técnicos, os atores”, são aspetos da formação que é dada aos jovens inscritos.

Já em Avanca, os “mini cineastas” vão construir a sua proposta em vídeo, com algumas restrições, sendo as filmagens feitas a uma distância mínima de dois metros.

“Como é o presente? E o futuro? Uma lembrança do passado?”, são dicas para os participantes na edição deste ano do “cineentertainment” do festival desenvolverem uma história e concretizar um filme, em volta dos “novos tempos que se vivem”.

“Esta é uma experiência inovadora, tal como os tempos que correm, tornada num novo desafio, novas maneiras de pensar, criar e de estar”, salientam os organizadores.

A coordenação e acompanhamento vai estar a cargo de Ivo Prata, arte-educador, ator, tecnólogo e mentor do ‘cinentertainment’.

Ligado ao Festival de Avanca desde 1998, Ivo Prata trabalha com crianças, jovens e adultos em contextos artísticos informais de aprendizagem natural, com filosofia ‘hands-on’.

“Certamente com muitas histórias para contar, que é também para isso que o cinema ‘serve’, aos jovens pede-se que tragam ideias, vontade, alegria e, quem conseguir, um aparelho que filme e um computador portátil para montar o seu filme”.

As inscrições ainda estão disponíveis na página do festival (www.avanca.com).

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 566 mil mortos, incluindo 1.662 em Portugal, em 46.818 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.