O júri de longas-metragens, composto pelo realizador suíço Lionel Baier, pela curadora belga do festival de Locarno Agnès Wildenstein e pelo realizador português
João Canijo, distinguiu com o Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa
«De jueves a domingo», de Dominga Sotomayor, com o Prémio para Melhor Longa Metragem Portuguesa
«Jesus Por Um Dia», de Helena Inverno e Verónica Castro, e com o Prémio de Distribuição TVCine
«L'estate di Giacomo», do italiano Alessandro Comodin. O prémio do Público foi atribuído a
«Whores' Glory», do austríaco Michael Glawogger.

Na sexta-feira tinham já sido anunciados os vencedores das categorias de curtas-metragens. O júri constituído pela portuguesa Maria João Madeira, membro da equipa de programação da Cinemateca, pelo italiano Paolo Moretti, que tem trabalhado em diversos festivais e instituições de cinema europeus, e pelo ator romeno Gabriel Spahiu, distinguiu
«Juku», uma coprodução argentino-boliviana, com o Grande Prémio de Curta-Metragem e
«Cama de Gatos» com o Prémio Pixel Bunker para Melhor Curta-Metragem Portuguesa.

O júri atribuiu ainda menções honrosas do Grande Prémio a
«The Great Rabbit», de Wada Atsushi, uma coprodução franco-nipónica e a
«Praça Walt Disney», de Renata Pinheiro e Sergio Oliveira, do Brasil.
«Kali, o Pequeno Vampiro», de
Regina Pessoa, uma coprodução luso-canadiana-franco-helvética, recebeu uma menção honrosa no Prémio Pixel Bunker.

Na área de curtas-metragens, este júri distinguiu ainda
João Salaviza pelo filme
«Cerro Negro», com o Prémio Obviosom/Gripman/Restart para Melhor Realizador Português de Curta Metragem, e Salomé Lamas pelo filme
«Encounters With Landscape (3x)», de produção também portuguesa, com o Prémio Novo Talento FNAC. O Prémio do Público distinguiu a curta
«Retour à Mandima», de Robert-Jan Lacombe, da Suíça.

A 9ª edição do IndieLisboa - Festival Internacional de Cinema Independente, que começou a 26 de abril e termina no domingo, dividiu-se entre o cinema São Jorge, a Culturgest e o cinema Londres. O festival é organizado pela associação cultural Zero em Comportamento e conta com o apoio financeiro do Instituto do Cinema e do Audiovisual, da Câmara Municipal de Lisboa e do Programa MEDIA, da União Europeia.

O IndieLisboa é organizado em coprodução com a Culturgest e o Cinema São Jorge e em parceria com a EGEAC - Empresa Municipal de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.