Não são apenas vítimas de assédio e violação: Harvey Weinstein também ficou a dever dinheiro a muitos atores.

Um deles é Robert De Niro: documentos obtidos pelo The Blast indicam que o ator alega que o antigo produtor, através do seu estúdio, The Weinstein Company, lhe está a dever  940 mil dólares (940,706), quase 812 mil euros, pelo seu trabalho em "Guia para um Final Feliz" (2012), filme que lhe valeu uma nomeação para os Óscares.

Mas De Niro é só um dos que, na sequência do processo de insolvência da The Weinstein Company, tentam ver reconhecidos os seus direitos antes de uma eventual venda parcial à Lantern Capital, um fundo de capital de risco.

Por exemplo, Meryl Streep e Julia Roberts alegam que ainda estão em falta pagamentos por "Um Quente Agosto" (2013), que também lhes valeu nomeações para os Óscares: ambas exigem quase 169 mil dólares (quase 146 mil euros).

Brad Pitt, que curiosamente vai produzir um filme sobre a investigação jornalística que revelou o escândalo sexual de Harvey Weinstein, alega que lhe devem 278.865 dólares (cerca de241 mil euros) de "Mata-os Suavemente" (2012), enquanto George Clooney alega que a The Weinstein Company lhe deve 250 mil dólares (216 mil euros) por ter produzido "Um Quente Agosto".

Anteriormente, Jennifer Lawrence, Jake Gyllenhaal, Bill Murray e Rachel McAdams foram indicados como tendo dinheiro a receber, tal como o realizador, que diz existir uma dívida de 4,5 milhões de dólares (quase 3,9 milhões de euros) pelos quatro últimos filmes que fez para o estúdio: " À Prova de Morte" (2007), "Sacanas sem Lei" (2009), "Django Libertado" (2012) e "Os Oito Odiados" (2015).

Com estas e outras dívidas e dezenas de ações judiciais, a The Weinstein Company, de Harvey e do seu irmão, Robert Weisntein, avançou com a declaração de falência em março, solicitando a proteção do Capítulo 11, que a coloca a salvo dos credores e facilita a sua venda parcial.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.