A sequela de "Capitão Marvel" será dirigida por uma mulher afro-americana, o que é uma decisão histórica no Universo Cinematográfico dos super-heróis.

Segundo o Deadline Hollywood, Nia DaCosta assinou contrato para o próximo filme liderado por Brie Larson, sucedendo à dupla Anna Boden e Ryan Fleck.

Com 30 anos, a cineasta quase desconhecida tem um percurso meteórico: após a estreia com um pequeno do circuito independente chamado "Little Woods" (2018, inédito nos cinemas portugueses), o produtor e realizador Jordan Peele confiou-lhe a nova versão do icónico filme de terror de 1992 "Candyman" ("O Assassino em Série" em Portugal).

A estreia nos cinemas foi adiada de junho para outubro por causa da pandemia, mas existe muita expetativa após o lançamento do primeiro trailer.

Nem a Marvel nem a Disney fizeram o anúncio oficial, mas Taika Waititi, o realizador de "Thor: Ragnarok", é um dos muitos que já elogiaram a escolha nas redes sociais.

Com a história de Carol Danvers/Capitão Marvel a avançar de 1995 para a atualidade, o argumento de "Capitão Marvel 2" é da autoria de Megan McDonnell, umas das pessoas que escreveu a série da Marvel "WandaVision", centrada em Wanda Maximoff/Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) e Vision (Paul Bettany), que chegará à plataforma Disney+ em dezembro.

A estreia do novo filme está anunciada para 8 de julho de 2022.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.