As primeiras notícias oficiais de que a Disney queria fazer uma uma nova versão em imagem real de "Pinóquio" são de abril de 2015, mas o processo está a revelar-se complicado.

Sam Mendes, vencedor do Óscar por "Beleza Americana" e responsável por dois dos maiores sucessos da saga James Bond, "007 - Skyfall" e "007 Spectre", chegou a entrar em negociações, que acabaram por não ter um final feliz.

Agora, graças em grande parte ao seu trabalho nos grandes sucessos para toda a família que foram "Paddington" (2014) e a sua sequela (2017), é Paul King que está em conversações.

Adivinha-se que, seja qual for o desfecho, o processo vai avançar mais depressa após tanto tempo a marcar passo: a Disney quer fechar a equipa criativa para começar a rodagem ainda este ano.

"Pinóquio" (1940), a história da marioneta que desejava "ser um menino de verdade", será um dos próximos clássicos da animação da Disney a ter uma versão em imagem real, uma estratégia do estúdio que tem rendido milhões e cujos maiores títulos de sucesso são os recentes "A Bela e o Monstro" e "O Livro da Selva".

Outros projetos estão em andamento: Jon Favreau estará à frente de "O Rei Leão", Tim Burton de "Dumbo" e Guy Ritchie de "Aladdin".

Ainda numa fase inicial de preparação estão "A Pequena Sereia", "Mulan" e "Cruella de Vil", este último sobre a vilã de "Os 101 Dálmatas".

Os próximos filmes a chegar aos cinemas são uma versão de "Winnie The Pooh", que se vai chamar "Christopher Robin" (agosto) e, claro, a sequela de outro grande clássico, "Mary Poppins" (1964), com Emily Blunt, Lin-Manuel Miranda e Meryl Streep (dezembro).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.