Após ganhar o Óscar de Melhor Ator em "Joker", o imperador francês Napoleão será o próximo desafio de Joaquin Phoenix.

"Kitbag" é o primeiro contrato do ator fechado após ganhar a estatueta no início de fevereiro e marcará o reencontro com o realizador Ridley Scott, que o dirigiu num dos seus filmes mais emblemáticos: "Gladiador" (2000).

O título do filme parte de um ditado, "There is a general’s staff hidden in every soldier’s kitbag" ["Há um bastão de general escondido na mochila de cada soldado", em tradução livre), ainda que seja muito improvável que vá chegar aos cinemas, pelo menos em Portugal, com o título "Mochila".

Descrito como um olhar pessoal e original sobre as origens humildes de Napoleão e a sua ascensão brutal até se tornar imperador, vista através da relação obsessiva e instável com a sua esposa e verdadeiro amor Josefina, o filme também irá recriar as famosas batalhas que o confirmaram como um extraordinário e visionário líder militar.

Prestes a festejar 83 anos, Ridley Scott é uma séria ameaça à longevidade de Clint Eastwood: o lendário realizador de títulos como "Alien", "Blade Runner", "Thelma & Louise" e "Perdidos em Marte" terminou na quinta-feira (14) a rodagem de "The Last Duel" na Irlanda com Matt Damon e Ben Affleck, que tinha sido interrompida pela pandemia.

De facto, a crise não o impediu de continuar a preparar outro projeto, "Gucci", que começará a filmar em Itália em março de 2021, com Lady Gaga como Patrizia Reggiani, condenada por planear a morte do seu ex-marido Maurizio Gucci (neto do fundador) no seu escritório em 1995, executado por um assassino profissional, e ainda Robert De Niro, Al Pacino, Adam Driver e Jared Leto.

A seguir, Ridley Scott avançará com "Kitbag".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.