A preparação da versão cinematográfica de "Downton Abbey" está em preparação "há algum tempo" e o início da produção já tem um prazo em vista.

"Estamos a trabalhar para afinar o argumento e depois temos de descobrir como juntar o elenco", revelou Michael Edelstein, presidente da NBCUniversal International Studios à Associated Press esta quarta-feira durante a passadeira vermelha da abertura da exposição "Downton Abbey: The Exhibition" em Singapura.

"Porque, como sabem, as pessoas avançam e fazem outras coisas. Mas temos esperança de fazer o filme algures no próximo ano", acrescentou.

A notícia apanhou de surpresa alguns atores da série, que terminou em 2015, ao fim de 52 episódios.

"Bem, conseguiram a confirmação antes de nós. Não fazemos ideia se isso vai acontecer. Mas claro que adoraríamos todos fazer parte do filme se fosse acontecer", comentou Sophie McShera, que era a empregada de cozinha Daisy Mason.

"Digam ao meu agente porque ainda estamos à espera para saber. Temos esperança que vá acontecer em breve", acrescentou Laura Carmichael, a Lady Edith Crawley.

A melhor garantia vem de Julian Fellowes, o criador e argumentista da série sobre os aristocráticos Crawleys e os seus funcionários: "Acho que temos um filme em nós. Espero que aconteça".

Em setembro de 2016, o ator Michael Fox já afirmara que Maggie Smith aceitara entrar no projeto, o que lhe dava outra dimensão.

"Sem ela, o filme ainda seria bom com todos os outros atores. Mas o envolvimento dela coloca um selo de qualidade", contou o intérprete de Andy Parker, o criado analfabeto, referindo-se à importância da atriz de 82 anos já com dois Óscares que tornou Lady Violet, Condessa de Grantham, e as suas observações cortantes, um fenómeno da cultura popular.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.