Mark Hamill e John Boyega retweetaram o hashtag #ForceForDaniel para mostrarem o seu apoio a Daniel Fleetwood, um fã de 32 anos da saga "Star Wars" que tem um cancro em fase terminal.

O hashtag está a ser usado no Twitter para chamar a atenção do estúdio Disney, na esperança que este permita o visionamento de "Star Wars: O Despertar da Força" antes da estreia marcada para 18 de dezembro nos EUA.

Em entrevista a um canal de TV em Houston, Fleetwood declarou que, dada a evolução da sua doença, o mais provável é não chegar a essa data: tem Sarcoma, um tumor maligno bastante raro, e foi informado pelos médicos em julho que apenas teria dois meses de vida. De acordo com a sua esposa, a doença já se espalhou por 90% dos pulmões.

Fã da saga desde os oito ou nove anos, as imagens que foram divulgadas mostram que é um dos mais ardentes. Elas ajudaram a tornar o pedido numa campanha que se tornou viral e chegou a Hamill e Boyega, que interpretam em "O Despertar da Força" Luke Skywalker e Finn, um antigo Stormtrooper.

Peter Mayhew, o ator que se esconde por detrás de Chewbacca, também se juntou ao apoio das estrelas, que a esposa de Daniel descreveu como "espantoso".

O realizador do novo filme, J.J. Abrams, correspondeu a um pedido semelhante em 2013, dando acesso a "Além da Escuridão: Star Trek" a Daniel Craft, um doente de cancro e fã de "Star Trek", que morreu dias após o visionamento.

Curiosamente, "Loucos e Fãs", um filme de 2009 que retratava completamente a paixão ardente pela saga galática, era sobre um grupo de amigos que assaltava o rancho de George Lucas para conseguir acesso antecipado a uma cópia da "Star Wars: Episódio I - A Ameaça Fantasma", para um deles, doente de cancro, ver antes da estreia.

créditos:

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.