A China já tem mais de 45 mil salas de cinema e ultrapassou os EUA, que tinham o primeiro lugar.

A novidade foi dada no BRICS International Film Festival que decorre por estes dias na cidade de Chengdu pela agência do país que controla, e censura, todos os filmes e programas de TV.

Os EUA e Canadá, considerados um único mercado, têm 43531.

Por comparação, Portugal tem "apenas" 547 salas.

Para ultrapassar as 45 mil, a China viu nascer em média 19 novas salas por dia desde 2012 e ainda em dezembro de 2016 o número ia em 40917.

Em relação ao mercado mais lucrativo, os EUA continuam à frente da China.

Ao contrário das previsões, que também já apontavam para uma ultrapassagem, acabaram os tempos do crescimento em que o mercado chinês crescia a dois dígitos: filmes locais com menos sucesso e um controlo mais rígido das promoções de venda de bilhetes on line levaram a que os lucros de bilheteira só subissem 4% em 2016.

Além disso, a desvalorização do yuan em relação ao dólar até fez o mercado local encolher 200 milhões de dólares.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.