Todos os anos o festival aposta numa programação de retrospetivas e homenagens, apresenta em antestreia vários filmes do recente cinema europeu e convida personalidades de várias áreas para encontros com o público, apresentação de livros e filmes.

À décima edição, o LEFFEST homenageará o cineasta Jean-Luc Gordard, referência do Cinema Novo francês, com a exibição de uma retrospetiva integral do seu cinema e com a presença de Jean-Pierre Léaud, um dos atores a ele associado.

O festival, que decorrerá até ao dia 13, entre o Estoril, Cascais e Lisboa - embora a maioria da programação de cinema seja na capital -, contará ainda com uma homenagem ao cineasta polaco Jerzy Skolimowski e retrospetivas dedicadas a Teresa Villaverde e a Emir Kusturica, que estará em Portugal.

Entre os filmes a exibir fora de competição destacam-se "Uma História Americana", de Ewan McGregor, a partir do romance "A pastoral americana", de Philip Roth, "Até Nunca", de Benoit Jacquot, "Bacalaureat", de Cristian Mungiu, e "Certain Women", de Kelly Reichardt.

O realizador norte-americano Jim Jarmusch estará em Lisboa com dois filmes: "Gimme Danger", sobre os Stooges, e a ficção "Patterson".

Destaque ainda para a inclusão do filme "Ornamento e crime", de Rodrigo Areias, com uma nova montagem, e para a estreia de "O Divã de Estaline", de Fanny Ardant, com Gerard Depardieu, que ambos apresentarão em Portugal.

Em competição no LEFFEST vão estar os filmes "American Honey", de Andrea Arnold, "Bangkok Nites", de Katsuya Tomita, "Christine", de Antonio Campos, "Dogs", de Bogdan Mirica, "Elle", de Paul Verhoeven, "El Futuro Perfecto", de Nele Wohlatz, "Harmonium", de Kôji Fukada, "Big Big World", de Reha Erdem, "Little Men", de Ira Sachs, "Nocturama", de Bertrand Bonello, "The Last Family", de Jan P. Matuszynski, "The Last of Us", de Ala Eddine Slim, e "Sand Storm", de Elite Zexer.

O encerramento do festival ficará por conta da antestreia de "Animais nocturnos", de Tom Ford, com Amy Adams e Jake Gyllenhaal.

Fora do cinema, o poeta sírio Adonis estará em Lisboa, no dia 11, para o lançamento da antologia "O arco-íris do Instante" e para uma leitura de textos e poemas, juntamente com Jorge Silva Melo, Nuno Júdice e Houria Abdelouahed.

O escritor espanhol Enrique Vila-Matas lançará a edição portuguesa da obra "Marienbad Eléctrico", o seu mais recente título.

A atriz italiana Nicoletta Braschi, conhecida pela ligação ao cinema de Roberto Benigni, estará em Lisboa para interpretar, no âmbito do festival, a peça "Dias felizes", de Samuel Beckett. A atriz dividirá o palco com Andrea Renzi, nos dias 10 e 11, no Teatro Nacional D. Maria II.

Nas exposições está prevista a mostra de fotografia "Chema Prado/Series" e o projeto expositivo de "A Entrevista", de Anabela Soares e Emir Kusturica, no Pavilhão 31 - Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa.

Toda a programação, sessões e locais, está disponível em www.leffest.com.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.