Os cinemas da Califórnia podem reabrir a partir de sexta-feira, 12 de junho, após o Departamento de Saúde Pública do estado ter divulgado as medidas de prevenção.

Embora os principais exibidores nos EUA tenham dado sinais que não vão reabrir de imediato por falta de novos filmes, o anúncio para um dos mercados mais importantes do país é um primeiro vislumbre de esperança para as salas, fechadas desde meio de março por cauda da COVID-19, mas também para Hollywood, que adiou os seus filmes mais caros e tenta salvar parte da habitualmente muito lucrativa temporada de verão.

Entre as medidas anunciadas para os cinemas na Califórnia estão a redução da capacidade das salas a 25% ou até ao 100 pessoas; a criação de barreiras ou divisórias físicas impermeáveis entre os lugares para assegurar o distanciamento social, exceto entre famílias; a implementação de um sistema de reserva para os espectadores chegarem a horas diferenciadas e assim evitar enchentes; o uso de máscaras obrigatório se não se estiver a comer ou beber; e a reconfiguração dos parques de estacionamento para limitar pontos da congregação e garantir o espaçamento adequado.

O uso de coberturas de lugares descartáveis ou laváveis em superfícies porosas difíceis de limpar também é aconselhado, assim como a reserva online ou por telefone de comida e bebidas.

As zonas de mais contacto e tráfego, como escadas, elevadores, máquinas e apoios de braços, terão de ser cuidadosamente limpas e frequentemente desinfetadas.

A indústria estima que estejam abertos 700 cinemas nos EUA, mas os drive-in representam 43% desse número.

A programação inclui filmes que estavam em exibição antes da pandemia, como "Bad Boys Para Sempre" e "O Homem Invisível", bem como alguns filmes independentes, como o de terror "The Wretched".

O "thriller" de espionagem "Tenet", realizado por Christopher Nolan, foi o único "blockbuster" de verão de Hollywood que não foi adiado por causa da COVID-19, mas fontes da imprensa especializada indicaram que a estreia a 17 de julho depende de estarem a funcionar 80% das salas do mercado mundial e, entre elas, as de Los Angeles, Nova Iorque, São Francisco e Chicago.

A produtora de "Unhinged", um "thriller" com Russell Crowe, antecipou a estreia para 1 de julho para ajudar as salas a regressar à atividade e aproveitar ficar com o mercado todo disponível. A estreia de "Mulan" está atualmente prevista para 24 de julho.
VEJA O TRAILER DE "TENET".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.