Jeremy Renner criticou a falta de bons papéis para atrizes durante uma entrevista no programa Good Morning Britain esta quarta-feira.

O ator de 45 anos está a promover "O Primeiro Encontro", um filme de de ficção científica onde surge ao lado de Amy Adams. No entanto, o seu papel é secundário em relação ao de Adams, o que não deixa de ser uma ocorrência rara num filme de grande orçamento de Hollywood.

Mas Renner não teve qualquer problema em não ser o centro das atenções e confessou admiração pela personagem interpretada pela colega.

'Nunca existem papéis principais suficientes, principalmente de qualidade, para as mulheres em Hollywood. Penso que este ["O Primeiro Encontro"] é um espetacular porque ela não é vitimizada, ela é na verdade uma super-heroína, ela salva o mundo. Não tem super poderes nem nada, mas é uma mulher esperta, é uma especialista em linguística e é tudo o que acho que faz de uma mulher uma mulher'.

No filme, uma equipa de elite liderada pela personagem de Amy Adams reúne-se para investigar o estranho fenómeno de misteriosas naves espaciais aterrarem em vários pontos do globo. Enquanto a Humanidade está à beira de uma guerra mundial, surge uma luta contra o tempo em busca de respostas.

Também a personagem do ator é uma mudança em relação ao que tem feito nos últimos anos, nomeadamente em filmes como "Vingadores", "Missão: Impossível" e "O Legado de Bourne".

'[Interpretar um matemático] foi uma grande mudança das coisas que tenho feito no passado e trabalhar com a Amy e apoiá-la neste filme e trabalhar com [o realizador] Denis Villeneuve foi um grande presente'.

"O Primeiro Encontro" estreia em Portugal a 10 de novembro.

Trailer.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.