O estúdio Warner Bros. respondeu à carta aberta de cinco familiares de vítimas e sobreviventes do massacre nos Cinemas Aurora (Colorado, EUA).

Nela expressava-se a preocupação por "Joker" apresentar "a personagem como protagonista com uma história das origens simpática" e a sua violência poder inspirar imitadores.

Na sua declaração, o estúdio descreve a violência provocada pelas armas como uma "questão crítica", mas assegura que o filme com Joaquin Phoenix não pretende endossar a violência do mundo real ou representar o super vilão de forma simpática.

"A violência armada na nossa sociedade é uma questão crítica e estendemos a nossa mais profunda simpatia a todas as vítimas e famílias afetadas por essas tragédias. A nossa empresa tem uma longa história de doações para vítimas de violência, incluindo Aurora, e nas últimas semanas, a nossa empresa-mãe juntou-se a outros líderes empresariais para convidar os políticos a aprovar legislação bipartidária para lidar com essa epidemia. Ao mesmo tempo, a Warner Bros. acredita que uma das funções das narrativas é desencadear debates difíceis sobre questões complexas. Não haja qualquer equívoco: nem a personagem fictícia Joker, nem o filme, é um endosso de qualquer tipo de violência no mundo real. Não é a intenção do filme, dos cineastas ou do estúdio apresentar esta personagem como um herói", diz a declaração.

Os familiares não pediam a retirada de "Joker" dos cinemas, mas apelavam ao estúdio para usar a sua "gigantesca plataforma e influência para se juntar a nós na nossa luta para construir comunidades mais seguras com menos armas" e ainda colocar fim às "contribuições políticas a candidatos que recebem dinheiro da NRA [a organização que defende o uso e porte de armas] e votam contra a reforma das armas".

O filme não vai ser exibido nos cinemas onde um atirador matou 12 pessoas e feriu outras 70 durante uma sessão de "O Cavaleiro das Trevas Renasce" a 20 de julho de 2012.

Apesar de "Joker" estar a ser aclamado desde a antestreia mundial no Festival de Veneza, onde recebeu o prémio máximo, alguns críticos manifestaram reservas face ao retrato de Arthur Fleck, um comediante de "stand-up" fracassado que enlouquece e, ao agravar-se a doença, se transforma num assassino psicopata.

No elenco estão ainda o vencedor de dois Óscares Robert De Niro, Zazie Beetz, Frances Conroy, Marc Maron, Bill Camp, Glenn Fleshler, Shea Whigham, Brett Cullen, Douglas Hodge e Josh Pais.

"Joker" estreia a 3 de outubro em Portugal.

VEJA O TRAILER.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.