Eddie Redmayne, estrela dos filmes "Monstros Fantásticos", que J.K. Rowling está a escrever diretamente para o cinema, defende que são "absolutamente nojentos" tanto os ataques violentos nas redes sociais à autora, acusada de transfobia, como os que são dirigidos às pessoas transgénero.

Em junho, Rowling foi acusada de fazer comentários considerados transfóbicos num tweet em que partilhava um artigo no qual falava sobre "pessoas que têm menstruação" e comentava ironicamente que estas devem ser chamadas de mulheres.

Acusada de transfobia, J.K. Rowling devolve prémio de organização da família Kennedy
Acusada de transfobia, J.K. Rowling devolve prémio de organização da família Kennedy
Ver artigo

Seguiram-se reações muito críticas nas redes sociais, que incluíram vários atores dos filmes "Harry Potter", mas Rowling defendeu-se ao devolver um prémio da organização Robert F. Kennedy Human Rights: "Como doadora de longa data a grupos LGBT e defensora do direito das pessoas trans de viverem livres de perseguição, rejeito categoricamente a acusação de que odeio as pessoas trans ou lhes desejo mal".

Na altura, Eddie Redmayne fez uma declaração pública de apoio aos direitos das pessoas transgénero, dizendo ter muitos "amigos e colegas transgénero" que "estão a ter os seus direitos humanos contestados em todo o mundo e enfrentam diariamente a discriminação".

Mais recentemente, surgiu uma segunda vaga de críticas nas redes sociais contra a autora, com a criação do movimento "RIP J.K. Rowling" a "anunciar" a sua morte, após ter sido divulgado que o novo romance policial (com o pseudónimo de Robert Galbraith) tinha um travesti como assassino.

Em declarações recentes ao jornal britânico The Daily Mail, a estrela de "Monstros Fantásticos" diz discordar dos comentários da autora, mas acrescentou ter ficado chocado com o "ódio violento" que lhe foi dirigido, que definiu como "absolutamente nojento" e o levou escrever-lhe uma mensagem privada.

O tom insultuoso contra as pessoas transgénero nas redes sociais, acrescentou, é "igualmente nojento".

"Da mesma forma, continua a existir uma vaga terrível de abusos contra pessoas transgénero online e no mundo que é devastadora", reforçou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.