Alan Taylor assinou contrato para ser o realizador de "The Many Saints Of Newark", que será a prequela da icónica série televisiva "Os Sopranos".

No cinema, ele foi o responsável por "Thor: O Mundo das Trevas" (2013) para a Marvel, que o levou depois para "Exterminador: Genisys" (2015), último filme da saga futurista que foi um fracasso comercial.

Mais importante e certamente o que foi determinante: esteve envolvido em quatro das seis temporadas de "Os Sopranos", tendo ganho o Emmy, o troféu da televisão americana, pelo episódio "Kennedy and Heidi" (2007).

A prequela, escrita por David Chase, criador da série e Lawrence Konner, argumentista de cinema e televisão (incluindo, claro, "Os Sopranos"), vai passar-se durante a década de 1960 em Nova Jersey, no meio do contexto dos protestos raciais na maior cidade do estado, Newark (leste).

Abordará, sobretudo, as tensões entre as comunidades afro-americanas e ítalo-americanas, nomeadamente as ocorridas no mundo do crime organizado.

Os detalhes do projeto são mantidos em segredo, mas várias personagens da série aparecerão no filme.

O ator James Gandolfini, o inesquecível Tony Soprano da série, faleceu em junho de 2013, aos 51 anos, por causa de uma paragem cardíaca. Mas como o filme precede a série, a personagem seria interpretado por um ator mais jovem.

Transmitida de 1999 a 2007 pelo canal HBO, "Os Sopranos" foi um marco na história das séries de televisão.

A saga desta família mafiosa de Nova Jersey, com o seu humor ácido, contou com um argumento cuidadoso e personagens complexos, marcando o início de uma nova Idade de Ouro das séries. Com 86 episódios, ganhou 21 prémios Emmy e cinco Globos de Ouro.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.