Do primeiro muçulmano a vencer um Óscar de interpretação ao mais jovem realizador a ganhar, passando pelo enguiço quebrado do homem que tinha sido nomeado 20 vezes sem nunca ganhar, fique a saber que números se ultrapassaram e que estreias se fizeram na cerimónia dos Óscares deste ano.

- Mahershala Ali foi o primeiro muçulmano a vencer um Óscar de interpretação, ao receber o galardão para Melhor Ator Secundário por "Moonlight"

- Damien Chazelle foi o mais jovem realizador a receber a estatueta dourada na categoria de Melhor Realização aos 32 anos por "La La Land"

- "Moonlight" foi o primeiro filme com uma personagem principal abertamente homossexual a ganhar o Óscar de Melhor Filme

- Viola Davis tornou-se na primeira atriz afro-americana a ganhar um Óscar, um Emmy e um Tony, ao vencer o prémio da Academia para Melhor Atriz Secundária por "Vedações"

- Foi a primeira vez em que os dois Óscares de interpretações secundárias foram entregues a afro-americanos (Viola Davis e Mahershala Ali)

- O filme mais longo de sempre nomeado e vencedor: "O.J. Made in America", na categoria de Melhor Longa-Metragem Documental

- Kevin O’Connell, o artista vivo mais nomeado sem vencer, conquistou finalmente o Óscar para Melhor Mistura de Som, à 21ª nomeação

- A produtora Dede Gardner tornou-se na primeira mulher a vencer por duas vezes o Óscar de Melhor Filme, por “12 Anos Escravo” e “Moonlight”

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.