Jack Nicholson disse uma vez que estar na corrida aos Óscares aumentava a gama de oportunidades para os atores durante cerca de um ano... até serem esquecidos quando chegassem os próximos nomeados. E ganhar alargava isso a dois ou três anos.

A última entrega de estatuetas foi no domingo e... faz parte do passado. E os principais vencedores já têm projetos em andamento.

O maior de todos, o realizador Guillermo del Toro, está a trabalhar com a Fox Searchlight, o mesmo estúdio de "A Forma da Água", em dois novos projetos: um chama-se "Antlers" e é uma história do sobrenatural; o outro é uma nova versão de "Nightmare Alley", um clássico do cinema "noir" de 1947 que se chamou "O Beco das Almas Perdidas" em Portugal e que agora andará à volta de um vigarista que se junta a uma psiquiatra num esquema para extorquir dinheiro das pessoas.

Não se sabe qual dois dois avançará primeiro, mas del Toro também estará a supervisionar para a Netflix "3 Below" e "Wizards", dois "spinoffs" da sua popular série de animação "Trollhunters".

Entre os atores, Sam Rockwell é, de longo o mais ocupado.

Quem achou controverso o papel do polícia racista de "Três Cartazes à Beira da Estrada" que lhe valeu o Óscar de Ator Secundário que se prepare: vem aí a adaptação da peça "The Best of Enemies", baseada na história verídica da amizade que surgiu no auge do movimento dos Direitos Civis nos EUA entre a ativista negra Ann Atwater (Taraji P. Henson) e Claiborne Paul Ellis, mais conhecido por C. P. Ellis (Rockwell), um importante membro da organização racista Ku Klux Klan.

O ator está ainda confirmado com Angelina Jolie e Bryan Cranston em "The One and Only Ivan", um filme da Disney, e na comédia "Blue Iguana". Poderá estar ainda na corrida aos Óscares no próximo ano: vamos vê-lo como George W. Bush ao lado de Christian Bale no biopic "Cheney", sobre o antigo vice-presidente dos EUA Dick Cheney, do mesmo realizador de "A Queda de Wall Street".

A sua colega, a vencedora do Óscar de Melhor Atriz Frances McDormand, que brincou numa das cerimónias em que ganhou prémios com o facto de só sair esporadicamente dos "bosques" para trabalhar, só tem na agenda o já concluído "Ilha dos Cães", a nova animação "spot-motion" de Wes Anderson.

Após "A Hora Mais Negra", Gary Oldman vai fazer "Mary", uma produção independente em registo de  "thriller" sobre uma família que compra um velho barco num leilão e descobre os seus inesperados segredos quando estão isolados em alto-mar.

Allison Janney, vencedora de Melhor Atriz Secundária, não tem outros filmes alinhados na agenda após "Eu, Tonya", mas continua a trabalhar na popular série "Mom".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.