O papa Francisco vai tornar-se o primeiro pontífice a aparecer num filme dramático.

O líder espiritual da Igreja Católica vai interpretar-se a si próprio em "Beyond the Sun", um filme de aventuras produzido em Itália para as famílias baseado nos Evangelhos.

O projeto foi inspirado pelo apelo de Francisco para que os cineastas tivessem em conta as crianças quando pensassem na forma da mensagem de Jesus ser comunicada através do cinema e a rodagem começa dentro de dias, de acordo com o La Repubblica.

A seu pedido, os lucros do projeto serão doados a El Almendro e Los Hogares de Cristo, duas organizações de caridade para crianças e jovens adultas em risco da Argentina, país de onde é natural aquele que foi o cardeal Jorge Bergoglio até março de 2013.

Inicialmente, existiam sugestões de que o Papa iria aparecer de forma significativa, mas a produtora AMBI, que irá financiar e distribuir a produção, menciona apenas a existência de "um epílogo em que o Papa Francisco diz às crianças como e onde encontrar Jesus".

Um porta-voz do Vaticano acrescentou na segunda-feira que "o Papa não é um ator".

O facto de ser pública a sua cinefilia - os filmes preferidos são "Roma, Cidade Aberta" (1945, de Roberto Rossellini), "A Estrada" (1954, Federico Fellini) e "A Festa de Babette" (1987, Gabriel Axel) - fez com que o Papa Francisco ganhasse grande credibilidade não só espiritual como artística junto da indústria cinematográfica italiana, com muitos cineastas a procurarem obter a sua aprovação, principalmente quando os filmes têm conteúdo cristão.

Além disso, tiveram lugar no Vaticano visionamentos especiais de "Filomena", com Judi Dench e Steve Coogan, sobre uma mulher irlandesa cujo filho era vendido por freitas, e "Invencível", de Angelina Jolie, que mostrava as provações do atleta olímpico Louis Zamperini num campo de concentração japonês durante a Segunda Guerra Mundial.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.