Neill Blomkamp, o aclamado realizador de «Distrito 9» e de «Chappie», vai dirigir uma sequela de «Alien».

A confirmação foi feita pelo próprio no seu Instagram, o mesmo onde o cineasta divulgou há sensivelmente dois meses uma série de conceitos que fez durante a pós-produção de «Chappie» relacionados com a lendária saga de ficção científica.

Na altura, Blomkamp alegou que eram uma distração da sua própria iniciativa, sem qualquer ligação com a 20th Century Fox, o estúdio proprietário dos direitos. Sugeriu mesmo que as ideias não seriam concretizadas, não porque o estúdio não estivesse interessado — o realizador é visto como um dos grandes nomes no género, apesar da desilusão de muitos espectadores com «Elysium» —, mas porque ele próprio não sentia confiança para tal missão.

Certo é que após a sua abordagem ter sido promovida pelo próprio de forma tão pública e ter suscitado reações tão positivas, as partes colocaram-se em campo e chegaram a acordo: o projeto será mesmo produzido pela Scott Free de Ridley Scott, realizador do primeiro filme, «Alien, O Oitavo Passageiro» (1979).

Tornando tudo mais intrigante, a história do novo filme será completamente separada de «Prometheus», a sequela «espiritual» de 2012 que Scott realizou com Michael Fassbender, Idris Elba, Noomi Rapace e Charlize Theron, que também terá direito a continuação.

Assim sendo, existe a forte possibilidade do projeto contar com o envolvimento de Sigourney Weaver/Ellen Ripley, que participa no novo filme de Neill Blomkamp ao lado de Hugh Jackman, o que inspirou Blomkamp. A atriz tem sido fortemente interrogada em entrevistas e confirmou que estaria interessada: «Se fosse alguém tão talentoso como o Neill, certamente que prestaria atenção».

Ainda não existem argumentos tanto de «Prometheus 2» como deste novo projeto. «Chappie» estreia a 5 de março.