Com o curso de Artes Plásticas – Escultura na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa,
Sara Barbas começou carreira a trabalhar em desenho animado nas séries «Jardim da Celeste» e «Angelitos», tendo integrado a equipa de construção plástica do incontornável
«A Suspeita». Na sequência de um «workshop» em Portugal ministrado por formadores da
Aardman Animations, o estúdio britânico que criou os incontornáveis Wallace e Gromit, a animadora recebeu um convite para estagiar em Inglaterra, encheu-se de coragem e partiu à aventura.

Na Aardman fez um pouco de tudo, do argumento à animação, em séries como
«A Ovelha Choné» ou
«Creature Comforts», animando ainda os coelhinhos da longa-metragem oscarizada
«Wallace e Gromit: A Maldição do Coelhomem». Entretanto, concluiu os mestrados de Medias Interactivos e Cinema de Animação na University of the West of England em Bristol e realizou em 2008 uma primeira curta-metragem, «Onde Quer Que Vás, Lá Estarás», premiada em festivais internacionais.

Hoje, aos 33 anos, é realizadora e argumentista free-lancer com sede em Bristol e está a preparar
uma curta-metragem, «Final Call», com recurso ao crowd-funding, e
uma longa-metragem «Oddsockshire», em animação de volumes e que parte de uma pergunta simples: para onde vão os objetos que perdemos todos os dias?

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.