Após mais de uma década ausente das telas de cinema, o popular Scooby-Doo vai regressar em setembro de 2018, mas agora num filme totalmente em animação, invertendo a tendência das fitas "Scooby-Doo", de 2002, e "Scooby-Doo 2: Monstros à Solta", de 2004, que cruzavam atores de carne e osso com figuras animadas de forma fotorealista.

Greg Silverman, presidente da área de desenvolvimento criativo da Warner Bors, afirmou que "tal como incontáveis fãs, eu também sempre adorei o elenco de personagens da Hanna-Barbera. Enquanto um dos seus mais famosos representantes, Scooby-Doo liderará a reapresentação em grande escala destas perenes estrelas animadas com o seu novo e excitante filme."

O realizador será Tony Cervone, que já dirigiu diversos filmes do grupo de caça-fantasmas criados para o mercado de "home-video", e a produção ficará a cargo de Charles Roven e Richard Suckle, responsáveis pelas duas fitas anteriores, e Allison Abbate, que trabalhou em películas como "A Noiva Cadáver" e "O Fantástico Senhor Raposo".

Scooby-Doo foi criado em 1969 como protagonista da série de televisão de desenho animado "Scooby-Doo, Where Are You?" e desde então encabeçou mais uma dezena de séries e mais de de 30 filmes, produzidos diretamente para a televisão ou para o mercado de home-video, além dos dois lançamentos para cinema já referidos.

A intenção da Warner Bros. é que o eventual sucesso deste filme em 2018 leve ao renascimento no cinema de outras personagens da Hanna-Barbera, o estúdio de animação norte-americano responsável pela criação de séries como "Os Flintstones", "Os Jetsons" e "Yogi Bear", entre nós conhecido como Zé Colmeia.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.