A Directors Guild of America (DGA), que reúne mais de 14 mil realizadores entre os seus associados, acaba de nomear para os seus troféus anuais Alfonso Cuarón por «Gravidade», Paul Greengrass por «Capitão Phillips», Steve McQueen por «12 Anos Escravo», David O. Russell por «Golpada Americana» e Martin Scorsese por «O Lobo de Wall Street».

A lista de nomeados é igual à dos Globos de Ouro, excepto pela entrada de Scorsese e a saída de Alexander Payne por «Nebraska». Mais surpreendente é ter ficado fora da corrida Spike Jonze, por «Her - Uma História de Amor», um dos filmes mais elogiados do ano.

Este troféu era usualmente visto como sendo de grande fiabilidade na previsão do vencedor do Óscar de Melhor Realizador, e a verdade é que desde 1948, quando estes galardões foram criados, só sete vezes é que os vencedores não coincidiram. Porém, desde que o vencedor do troféu da DGA do ano passado, Ben Affleck, não foi sequer nomeado ao Óscar nessa categoria, essa correlação passou a ser olhada com maior distância.

O vencedor do troféu de Melhor Realizador da DGA é anunciado a 25 de janeiro.