A arma falsa, de cerca de 40 centímetros e feita de madeira, foi exposta no mês passado em Nova Iorque na Casa de leilões Julien depois de ter ficado por 30 anos nas mãos de James Schoppe, diretor artístico de "O regresso de Jedi", que estreou em 1983.

Shoppe finalmente decidiu separar-se da célebre arma usada no filme por Harrison Ford, assim como de 40 objetos ligados ao filme, entre eles uma faca Ewok, planos da nave de Jabba the Hutt, e do mar de dunas de Tatooine, explicou Martin Nolan, diretor executivo da casa de leilões.

A faca Ewok foi vendida por 11.250 dólares (9 mil euros) e um sabre de luz por 90.624 (77 mil euros), informou o estabelecimento.

Nenhum dos objetos igualou o montante alcançado pelo célebre dróide R2-D2 usado em vários filmes da saga "Star Wars", arrematado por 2,76 milhões de dólares (2,37 milhões de euros) em 2017.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.