Os X-Men lutam uma guerra pela sobrevivência da sua espécie em dois períodos temporais distintos. As personagens da trilogia original vão cruzar-se com as suas versões mais jovens surgidas em
«X-Men: O Início», numa luta para mudar o passado e impedir uma tragédia no futuro.

«X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido» é diretamente inspirado em duas histórias de BD, criadas por Chris Claremont e John Byrne em 1981, cuja ação decorria entre um futuro devastado, em que os mutantes e os super-heróis tinham sido quase todos eliminados, e o presente, onde os heróis tentavam evitar um evento que provocaria esse amanhã muito negro. O filme, que devolve a|http://cinema.sapo.pt/pessoa/bryan-singer]Bryan Singer[/a] aos comandos da saga dos heróis mutantes a que deu cartas de nobreza em
«X-Men» e
«X-Men 2», pretende ser um épico que cruza os intérpretes da primeira trilogia, que se passa num futuro próximo, com a de
«X-Men: O Início», que se decorria na década de 60.

Na fita, quem regressa ao passado é Wolverine (na BD era Kitty Pryde), com o renascido Professor X a reconduzir a mente do herói mutante ao seu corpo no passado, na década de 70, para avisar os outros mutantes da tragédia e tentar deter a ameaça.

O elenco é verdadeiramente de luxo:
Ian McKellen (como Magneto),
Patrick Stewart (Professor X),
Hugh Jackman (Wolverine),
Ellen Page (Kitty Pride),
Shawn Ashmore (Iceman), ,
Halle Berry (Storm),
James McAvoy (Professor X), Daniel Cudmore (Colossus)
Michael Fassbender (Magneto),
Jennifer Lawrence (Mystique),
Nicholas Hoult (Beast),
Lucas Till (Havok) e os estreantes na série
Omar Sy (Bishop), Evan Peters (Quicksilver), Booboo Stewart (Warpath), Adan Canto (o brasileiro Sunsopt), Fan Bingbing (Blink) e
Peter Dinklage (Bolivar Trask, o criador dos Sentinelas, que levarão à destruição dos mutantes).

«X-Men: Dias de um Futuro Esquecido» estreia a 22 de maio.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.