As principais pessoas responsáveis pela escolha do ator que sucederá a Daniel Craig como James Bond são Barbara Broccoli e o seu meio-irmão Michael G. Wilson, que estão à frente da Eon Productions, a produtora dos filmes desde 1962 e que se mantém uma empresa "familiar", a salvo de qualquer aquisição.

Estes produtores continuam a divulgar informações à volta do processo e a reduzir o número de potenciais candidatos.

Há duas semanas, ficou a saber-se que a produção do próximo filme dificilmente arrancará antes de 2024 e que estão à procura de um ator para os próximos 10-12 anos, o que deixada de fora favoritos das casas de apostas e fãs como Idris Elba (50 anos), Tom Hardy (45) e provavelmente Henry Cavill (39).

Agora, a indicação é mais concreta: o papel é para um ator com "30 e poucos" e não para jovens como Jacob Elordi (25) e Tom Holland (26), que vários rumores também colocavam na corrida.

"Tentámos olhar para pessoas mais jovens no passado. Mas tentar visualizar isso não funciona. Lembre-se, Bond já é um veterano. Ele tem alguma experiência. É uma pessoa que passou pelas guerras, por assim dizer. Ele provavelmente esteve no SAS [forças especiais] ou algo do género. Não é um miúdo que que saiu do liceu que se pode trazer e começar. É por isso que funciona para 30 e poucos anos", explicou Michael G. Wilson durante um evento organizado pelo British Film Institute para comemorar os 60 anos da personagem no cinema, citado pelo Deadline.

"007 - Ordem para Matar"

O produtor também explicou que o teste com uma cena específica do segundo filme, "From Russia With Love", de 1963 ["007 - Ordem para Matar" em Portugal"], aguarda todos os potenciais candidatos: aquela em que o Bond de Sean Connery encontra a agente soviética Tatiana Romanova (Daniela Bianchi) deitada na sua cama apenas com um colar gargantilha.

"Usamos sempre a mesma cena e é aquela de 'From Russia With Love' onde o Bond regressa ao seu quarto após o assassinato e começa a tirar a sua camisa e se prepara para um banho. Depois, ele ouve algo, pega na sua arma, entra e a rapariga está na cama. Esse é o teste que usamos. Qualquer pessoa que consiga convencer nessa cena é indicado para Bond. É difícil de fazer", esclareceu.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.