Após se ter tornado viral uma entrevista antiga onde descrevia como o realizador Michael Bay a fez dançar de biquíni debaixo de uma cascata de água quando tinha 15 anos, a atriz Megan Fox veio desmentir ter sido assediada ou explorada. E acrescentou que lhe aconteceram coisas muito mais sérias numa "misógina" Hollywood.

A polémica começou no domingo, quando o tweet de uma conta cujo perfil entretanto passou a privado partilhou imagens do programa de Jimmy Kimmel, acompanhado da mensagem "trecho de 2009 onde a Megan Fox conta uma história sobre como o Michael Bay a sexualizou aos 15 anos. O público ri e Kimmel faz piadas grosseiras. Raparigas adolescentes a serem exploradas por homens mais velhos nunca foi levado a sério e ainda não é".

No vídeo, disponível no YouTube, Megan Fox conta a sua experiência como figurante em "Bad Boys II" (2003), em jeito de anedota e "microcosmos de como funciona a cabeça de Michael Bay", que já naquela altura, recordaram ambos, tinha uma reputação de ser "louco" e "tirano".

A atriz apareceu de biquíni da bandeira americana, um chapéu de cowboy vermelho e sapatos altos altos de 15 centímetros: o realizador aprovou e quando lhe disseram que ela não podia aparecer sentada no bar ou com uma bebida na mão porque era menor, a sua solução para o "problema" foi colocá-la a dançar por debaixo de uma cascata de água.

O relato foi mal recebido numa América pós-#MeToo e rapidamente recordou-se outra história antiga famosa, a de que Michael Bay "obrigou" Megan Fox a lavar o seu carro com pouca roupa como teste para "Transformers".

Transformers

Após a repercussão nas redes sociais e a fúria crescente contra o realizador, a própria atriz decidiu esclarecer os fãs, dizendo que os relatos das suas experiências em Hollywood estavam a ser distorcidos e não se sentiu assediada ou explorada por Michael Bay ou mesmo Steven Spielberg, produtor de "Transformers".

Fox recorda que tinha "à volta de 15 ou 16 anos quando fui uma figurante em 'Bad Boys II'. Existem muitas entrevistas em que partilhei a anedota de ter sido escolhida para a cena e as conversas que houve à volta dela. Porém, é importante chamar a atenção de que tinha 19 ou 20 quando fiz testes para o 'Transformers'. Fiz um ‘trabalho’ (eu a fingir que sabia segurar uma chave inglesa) num dos Ferraris do Michael durante uma das cenas do teste. Foi no parque de estacionamento do estúdio Platinum Dunes, e estavam presentes outros membros da equipa e funcionários e em nenhum momento estive despida ou qualquer coisa semelhante".

"Portanto, em relação a esta história em particular do teste, na altura não era menor de idade e não fui colocada a ‘lavar’ ou trabalhar nos carros de alguém de uma forma que fosse alheia ao material que estava no argumento", acrescentou, notando que espera que as opiniões que as pessoas possam formar à volta do que aconteceu nos dois filmes sejam ao menos baseadas nos factos.

Apesar de agradecer o apoio, a atriz revela que "estes exemplos específicos foram inconsequentes numa jornada longa e árdua em que suportei algumas experiências genuinamente angustiantes numa indústria implacavelmente misógina".

"Há muitos nomes que merecem tornar-se virais na atual cultura de cancelamento, mas estão guardados de forma segura nos pedaços fragmentados do meu coração", escreve.

"Mas quando se trata das minhas experiências diretas com o Michael, e o Steven, já que falamos disso, nunca fui assediada ou explorada de uma forma que senti que foi sexual", defende.

Vale a pena recordar que Megan Fox entrou em "Transformers" (2007) e na sequela, "Transformers: Retaliação" (2009), ao lado de Shia LaBeouf, mas não no terceiro filme, dois anos mais tarde.

O que aconteceu é que, nos bastidores, ela e Michael Bay mantinham discussões épicas e a zanga tornou-se pública quando ela o comparou a Hitler.

Resultado: acabou despedida (circulam versões contraditórias sobre se a decisão veio de Bay ou Spielberg) e foi substituída por Rosie Huntington-Whiteley.

Em 2017, admitiu que toda a situação "foi absolutamente o ponto baixo da minha carreira".

Mais tarde, os dois fizeram as pazes: Megan Fox foi a protagonista dos novos filmes "Tartaruga Ninja"produzidos por Michael Bay em 2014 e 2016.

O ESCLARECIMENTO COMPLETO DE MEGAN FOX.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.