Segundo a artista, a canção «fala da sorte e da felicidade de um encontro. Achei que uma dança seria a imagem perfeita para dar forma a essa ideia. Pensei em chamar alguém, que assim como eu, gostasse de dançar mas não fosse dançarino profissional. Foi quando lembrei do campeão Anderson Silva».

Monte continua: «Eu fiz a melodia e durante muitos dias fiquei cantando com o violão sozinha em casa, sem letra mas com algumas palavras que já nasceram junto com a música: 'ainda bem que agora encontrei você...' Alguns dias depois o Arnaldo veio aqui em casa, nos sentámos na varanda, eu mostrei pra ele e a letra fluiu».

A seguir, «gravei a base em São Paulo, com o power trio do Nação Zumbi (Pupilo, Dengue e Lucio Maia). Eles deram à música um sabor meio faroeste italiano. Poucos meses depois fui a LA gravar no estúdio do meu amigo Gustavo Santaolalla. Pedi que ele tocasse violão e ronroco, suas especialidades e seu parceiro Anibal Kerpel acrescentou uns teclados. Para completar, de volta ao Rio, gravamos o trompete meio mariachi com o Maico Lopes».

O novo disco de Marisa Monte ainda não tem data de lançamento mas a cantora assegura que será ainda este ano.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.