Estabelecido na cidade de Portland e ligado à editora Kranky, o compositor e músico inicia em Coimbra, no Salão Brazil, uma série de espetáculos que o vão levar também ao Centro Cultural Vila Flor, emGuimarães, na sexta-feira, e a ao Cine-Teatro de Estarreja, no sábado.

A sua música mistura sonoridades de instrumentos acústicos e voz com uma vertente mais electrónica, incluindo a colagem de sons, disse hoje à Agência Lusa Ricardo Jerónimo, da produtora Lugar Comum.

Segundo uma nota da produtora de Coimbra, Benoît Pioulard é a identidade assumida aquando das suas primeiras composições por Thomas Meluch, que trabalha também nos domínios da fotografia e do vídeo.

“Com aquela assinatura pretendeu o autor convocar e sobrepor a imagem e o som, síntese filtrada por um olhar documental que, desde há alguns anos, o levou a ter por companhia um gravador, no qual regista todo e qualquer ruído envolvente. É de resto a partir da referida premissa que constrói todo o seu processo criativo, buscando em centenas de gravações arquivadas os sons e as texturas que lhe permitem contextualizar as suas composições”, adianta a nota.

Segundo a Lugar Comum - Associação de Promoção e Divulgação Cultural, Pioular é autor de uma vasta discografia e em "Lasted", o seu mais recente trabalho, a fotografia confunde-se com a escrita.

O espectáculo em Coimbra está marcado para as 22:00, podendo os interessados consultar a página da produtora (www.lugarcomum.pt/).

@SAPO/Lusa

Videoclip de"A Woolgathering Exodus":

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.