A dupla é controversa no seu país Natal - Puerto Rico. Fruto das mensagens políticas veiculadas nas músicas e nas 't-shirts' vestidas por Residente, o governo censurou a sua música. Em 2010, o 'videoclip' oficial do tema "Calma Pueblo", do álbum "Entren Los Que Quieran", e que foi lançado esta semana em Portugal, causou bastante agitação nos meios de comunicação, por causa da letra contestatária e das imagens com pessoas nuas.

O mais recente trabalho discográfico dos Calle 13 conta com a participação de Omar Rodriguez (The Mars Volta), Maria Rita, Susana Baca, Gustavo Santaolalla, entre outros.

Ao SAPO Música, Residente confessa que o público português não os conhece, mas adianta que, para uma estreia, a receção "não foi má". "Para quem tocou às oito da noite, estava muito bom. Tocámos algumas das nossas músicas, mas, normalmente, fazemos concertos de duas horas, duas horas e meia", refere.

Numa altura em que a música pop mais superficial tomou conta dos tops, Residente lembra que é necessário escrever canções com conteúdo. "Acho que o importante é ser honesto e expressar o que se gosta e dedicar tempo à escrita e à música. Romper com o que está estabelecido, para que a música evolua", considera. Nem na música alternativa isso acontece. "Todos os grupos são semelhantes e as pessoas com mais culpa apoiam isto", remata.

Descubra mais pormenores sobre os Calle 13 na entrevista que Residente concedeu ao SAPO Música:

Texto: Daniel Pinto Lopes

Vídeo: Daniel Pinto Lopes e Nuno de Noronha

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.