Lorenzo Sillitto, que tocava com o coletivo australiano desde 2006, tendo participado nos dois álbuns do grupo – “Conditions”, de 2009, e “The Temper Trap”, de 2012 – e trabalhado no terceiro, cuja edição está prevista para o início de 2014, esclareceu o motivos da sua saída no site oficial da banda:

“Deixo a banda com o coração pesado, mas era tempo de experimentar coisas novas. Amei tudo nos Temper Trap. Tem sido uma experiência incrível. Quero agradecer aos rapazes por todos os momentos fantásticos, por todos os sítios que visitei e onde toquei, e pelas gargalhadas que dei no caminho; ao management; às editoras; às tantas pessoas que apoiaram a banda ao longo dos anos; aos tantos amigos que fiz; e, claro, aos fãs – tem sido uma jornada incrível, uma experiência que nunca esquecerei e que mudou a minha vida”.

A banda, por sua vez, escreveu, sobre a saída do guitarrista: “O Loz tem sido um amigo fantástico e um membro importante e valioso dos The Temper Trap desde que se juntou, em 2006. A sua criatividade e compromisso com a banda ao longo dos anos tem sido de primeira classe e nós desejamos-lhe tudo de bom com os eventos excitantes que estão prestes a chegar à sua vida… Enquanto estamos tristes por perder um guitarrista, não estamos a perder um amigo”.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.