Numa nova entrevista à Rolling Stone, Iggy Pop declarou não conseguir imaginar a banda a voltar aos palcos num futuro próximo.

“Não quero com isto dizer que a banda acabou para mim”, referiu. “Diria apenas que sinto que o grupo sempre incluiu os irmãos Asheton. Quando o Ron faleceu, o Scott representou-o. Quase tudo o que tocamos, era tocado, originalmente, pelo Ron. Neste momento, não sinto que haja qualquer razão para ir saltar para um palco com as minhas Levi’s justas. Sobre o que irei gritar?”, explicou.

O cantor revelou ainda que não existem quaisquer planos para a banda sair em digressão durante, pelo menos, os próximos dois anos: “Simplesmente não consigo imaginar a banda a atuar, num futuro próximo. Isso seria errado. Mas, se surgir alguma coisa, devemos estar abertos a isso. Depende do sentimento de união e dos membros sobreviventes”.

Os irmãos Asheton formaram os The Stooges no Michigan, em 1967, com o baixista Dave Alexander e com Iggy Pop. Ron Asheton viria a morrer em 2009, com Scott Asheton a retirar-se temporariamente do projeto dois anos depois, na sequência de um AVC. O seu nome surge nos créditos de “Ready to Die”, álbum de 2013, cuja digressão de apresentação não contou, porém, com a sua presença, devido aos seus problemas de saúde.

Compõem atualmente os The Stooges Iggy Pop, Steve Mackay, James Williamson e Mike Watt.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.