Orçado em 147 mil euros, o Festival integra, no cartaz desta edição, vários nomes internacionais, designadamente Yuliana Avdeeva, Ensemble Fleder, o Leiden Baroque Ensemble e o Arcadia Quartet, ao lado da Banda Sinfónica de Alcobaça, das Vozes Alfonsinas e da Orquestra Sinfónica Portuguesa, entre outros.

O grupo vocal de música antiga Flores de Mvsica e a Capela Joanina interpretam no domingo, às 18:00, a Missa em Fá Maior, de Francisco António de Almeida, sob a direção de João Paulo Janeiro, na nave central do Mosteiro de Alcobaça.

Além da nave central, outros espaços do mosteiro cisterciense serão cenário dos diferentes concertos, nomeadamente, os claustros do Rachadouro e o de D. Dinis, as salas D. Afonso VI e a do Capítulo, a sacristia e o celeiro, assim como outros espaços monumentais do concelho Alcobaça, como o Convento de Cós e as igrejas matrizes de Pataias e de Évora de Alcobaça.

A Igreja Matriz de São Martinho do Porto e o Convento das Salzedas, em Tarouca, são outros locais fora de Alcobaça onde acontece o Cistermúsica, que celebra, nesta edição, os bicentenários dos nascimentos dos compositores Giuseppe Verdi e Richard Wagner.

Do cartaz, refira-se, no dia 6 de julho, às 21:00, no Claustro D. Dinis, o recital de piano pela russa Yuliana Avdeeva, vencedora do Concurso Internacional Fryderyk Chopin 2010, em Varsóvia, no qual interpretará obras de Franz Schubert, Serguei Prokofiev e Robert Schumann.

O grupo Vozes Alfonsinas interpreta música medieval, no dia 12 de julho, a partir das 22:00, em vários espaços do mosteiro.

No dia seguinte, também às 22:00, Miguel Yisrael apresenta “O Alaúde do Rei: Música Barroca de Versalhes”, na Igreja Matriz de São Martinho do Porto. O músico português irá interpretar peças de Germain Pinel e de Robert de Visée.

A Banda Sinfónica de Alcobaça toca obras de Sergei Prokofiev, Giuseppe Verdi e Richard Wagner, no dia 14, às 11:30, no Claustro do Rachadouro, num espetáculo que conta com a participação da Academia de Dança de Alcobaça, sob a direção de Rui Carreira. Este concerto será comentado pelo compositor e violetista Alexandre Delgado, diretor artístico do Festival.

A banda, também sob a regência de Rui Carreira, apresenta composições de Samuel Hazo, Lewis J. Buckley, Richard Wagner e Giuseppe Verdi, no dia 20, às 22:00, no Mosteiro de Santa Maria de Salzedas, em Tarouca.

O Leiden Baroque Ensemble, dirigido por Roelof Balk, toca Franz Xaver Richter, Giovanni Battista Ferrandini, Pieter Hellendaal e Georg Friedrich Händel, no dia 17, às 21:30, na Sacristia, sendo solista a meio-soprano Nicola Wemyss.

O XXI Cistermúsica encerra no dia 21 de julho, às 18:00, com um concerto no Claustro do Rachadouro, pela Orquestra Sinfónica Portuguesa e o Coro do Teatro Nacional de São Carlos, sob a direção de Rui Pinheiro, com um programa que inclui Giuseppe Verdi e Richard Wagner.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.