O objetivo da iniciativa, que se realiza no Centro Cultural Dom Dinis, prende-se com a vontade de mostrar as diferentes culturas e tradições dos PALOP em dois dias de festival, ao mesmo tempo que se comemoram os 40 anos de independência desses mesmos países, disse à agência Lusa o coordenador do festival, Eduardo Garcia.

O festival, dinamizado pela organização não-governamental IUNA +Lusofonia, vai contar com o funaná dos cabo-verdianos Julinho da Concertina e Toni Tavares, o músico angolano Chalo Correia, a viver em Lisboa há cerca de 25 anos, bem como as atuações de Dj Minguito e da dupla Celeste Mariposa, de Wilson Vilares e José Rotativo, que abordam diferentes estilos musicais dos PALOP como a marrabenta, semba, coladeira ou socopé.

Para além da música, vai haver também a confeção de pratos de Cabo Verde, Angola e Moçambique, e oficinas de dança, com o cabo-verdiano Waty Barbosa, com a companhia de dança angolana Kilandukilu, criada em 1984, com o também angolano Mestre Petchú e com a moçambicana Catarina Panguana.

O evento vai começar no dia 30 de abril com uma tertúlia sobre Coimbra e a lusofonia, sendo inaugurada às 18:00 uma exposição sobre a independência dos 40 anos dos PALOP, com cartazes de propaganda, numa colaboração com o Centro de Documentação 25 de Abril, informou Eduardo Garcia.

"Queremos que toda a comunidade conimbricense participe" e entre em contacto com a cultura dos PALOP, sublinhou.

Esta é a quarta edição do festival, mas a primeira em que as iniciativas estão concentradas num espaço, havendo a ambição de que o evento possa "crescer em Coimbra", avançou.

O Festival Jovem da Lusofonia conta ainda com a colaboração da Universidade de Coimbra, dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra, da Câmara Municipal, da Casa da Lusofonia e do Centro de Documentação 25 de Abril.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.