“Já não há álbuns conceptuais”, dirão os Velhos do Restelo que povoam as esquinas sinuosas da crítica nacional. Nós dizemos que há, que são bons e que até são portugueses. David Fonseca, qual Vivaldi da pop lusitana, aceitou o desafio de partilhar um ano de canções dividido em função das estações do ano e chegou a hora de conhecer o segundo capítulo da empreitada. “Falling” escreve-se na deliciosa placidez do outono e está recheado de poemas em forma de canção, adornados com pianos de cadência melancólica e refrões que vivem mais que o tempo. Um dos melhores discos da carreira do compositor leiriense para ouvir em exclusivo no music box até dia 21 de setembro.

Ainda na cartilha do pop rock nacional, estreia no music box o primeiro álbum de Pitt Broken. “For a Change” foi uma das músicas deste verão, mas há mais singles à espera no álbum da jovem promessa portuguesa. Em “Change” encontramos 10 temas originais e uma versão surpreendente para “Bad Romance”, da norte-americana Lady GaGa.

Os The Vaccines tiveram uma estreia muito elogiada no início de 2011, mas o primeiro álbum sofria, na nossa opinião, de problemas de identidade. Presa entre o indie pop “choninhas” e o rock de subúrbio a banda londrina parecia condenada, mas o segundo álbum é um tiro certeiro rumo à imortalidade. “Come Of Age” é o melhor título para um álbum maduro que, ao contrário do anterior, sabe bem para onde vai e com que armas lá quer chegar. Tem sangue na guelra e nas guitarras, ativismo na palavra e cinismo quanto baste para bem dispor qualquer um, mesmo quando o tema é a crise financeira ou a instabilidade dos mercados. Trema a nomenclatura que a classe operária tem nos The Vaccines mais uma bandeira.

TOY é um nome que não esperavam ouvir na Ementa da Semana, mas não só dizemos com firmeza como assumimos que já não conseguimos viver sem ele. Desenganem-se os que pensam que o setubalense que um dia emigrou para a Alemanha e infelizmente regressou para gravar discos se dedica ao rock e é estrela na nossa ementa. O TOY de que falamos é um projeto britânico , mais precisamente de Londres, e não está para brincadeiras. O álbum homónimo de estreia é o elo perdido entre o krautrock dos anos 70 e as bandas experimentais que explodiram em Inglaterra no final da década passada, com os Horrors à cabeça. Uma estreia exemplar.

Nos singles, destaque para as novas músicas de AUREA (mais um exclusivo music box), Alicia Keys, The Cast Of Cheers, Mumford And Sons, Dragonette e o coreano Psy que graças a “Gangnam Style” é o artista do momento, com muitos milhões de visualizações em sites de partilha vídeo ou redes sociais.

Outros álbuns editados esta semana:

David Byrne & St. Vincent – Love This Giant

Pet Shop Boys – Elysium

The Raveonettes – Observator

The Script - #3

The XX – Coexist

Para ouvir estas e mais 15 milhões de músicas, aceder a musicbox.pt, fazer o registo gratuito e o download do player para smartphone ou desktop. Se preferir, o music box também está disponível na televisão, através da tecla azul do comando meo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.