A 2.ª edição do evento, organizado pela Câmara Municipal do Porto, através da Porto Lazer, vai contar com 56 horas de música ao longo de três meses e um total de 16 artistas convidados.

Em declarações à agência Lusa, Pedro Mascarenhas, da organização, afirmou que o objetivo é “consolidar aquilo que foi feito no ano passado”, e embora o conceito se mantenha, o horário altera-se para das 16:00 às 20:00.

“Este ano, a câmara desafiou-nos a começar mais cedo”, no arranque do S. João, no Parque da Cidade, para “estarmos em sintonia” com o Circuito da Boavista e, assim, “trazer pessoas para aquela zona”, disse o responsável.

O evento, que pretende funcionar “em conjunto com outras iniciativas realizadas na cidade”, vai instalar-se em junho no Parque da Cidade no jardim do Passeio Alegre, em julho; no jardim de S. Lázaro, em agosto; e regressa ao Parque da Cidade em setembro.

A organização procurou elaborar “um cartaz equilibrado” de dj’s que animarão as tardes de domingo, ao longo de quatro horas.

The Weatherman, António Zambujo, Mónica Ferraz, Rui Trintaeum, Miguel Bruschy, Sininho, Manuel Fúria ou Salto são alguns nomes previstos. “Alguns artistas inauguram-se em formato DJ set neste evento”, sublinhou Pedro Mascarenhas.

O Porto Sunday Sessions inclui também um mercado composto por cerca de 40 bancas, distribuídas em todo o perímetro do evento, “ondas as pessoas podem vender antiguidades, peças de artesanato, artigos em 2.ª mão ou vestuário ‘vintage’”, a par de alguns espaços reservados ao setor da alimentação.

Pedro Mascarenhas, um dos organizadores, alertou ainda que se chover, é impossível a iniciativa concretizar-se, mas ainda assim espera “entre 500 a mil pessoas”, até 29 de se setembro.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.