O novo trabalho discográfico inclui as primeiras gravações de Plácido de muitos temas clássicos da pop, para além de muitos outros temas já conhecidos pelos fãs.

Para este novo lançamento, o tenor convidou outros artistas e novos talentos para o acompanharem em mais de metade das faixas, como a considerada sensação da Broadway, Megan Hilty (interpretam uma versão em dueto italiano/inglês do tema My Heart Will Go On/Il Mio Cuore Va do filme "Titanic”), e a jovem francesa criadora de êxitos, Zaz (interpretam o tema clássico de Jacques Brel, "Chanson des vieux amants").

“Se parar, começo a ficar enferrujado”, afirma o cantor, de 71 anos.

O repertório, interpretado em quatro idiomas, inclui desde o clássico mexicano, dos anos 40, "Bésame mucho" (“Kiss Me Again and Again”, aqui com um arranjo para dueto com o trompetista Chris Botti), até ao êxito dos anos 90, "From This Moment On", de Shania Twain, interpretado com Susan Boyle.

Recorde-se de que Boyle ficou famosa após aparecer num programa de talentos da televisão britânica. “Parecia um anjo naquele concurso”, afirma Domingo. “Sabia que tinha de cantar com uma voz tão bonita", acrescenta.

Domingo gravou previamente apenas algumas das faixas. Para além de "Bésame Mucho", regressa ao êxito de Frank Sinatra, "Time After Time" (aqui um dueto com o cantor de jazz Harry Connick Jr.), "Canción para una reina" (Song for a Queen) e "Un uomo tra la folla" (A Man in the Crowd). Estes dois últimos temas foram compostos especialmente para o tenor.

O cinema representa uma parte importante no disco. Plácido Domingo faz um dueto com a cantora galesa Katherine Jenkins no tema " Come What May", do filme “Moulin Rouge”, no qual o tenor teve também um pequeno papel.

Outros temas incluem "Eternally", do filme “As Luzes da Ribalta”, de Charlie Chaplin, "Parla più piano", do filme “O Padrinho”, e a magnífica melancolia de "Sous le ciel de Paris" (Under the Paris Sky), com Josh Groban.

O tenor, que nasceu em Espanha e foi educado no México, "reflete a parte latina da sua herança com a famosa bossa nova Rapariga de Ipanema e o êxito em castelhano Celos (inveja)", indica a Sony Music em comunicado.

O novo disco inclui também um dueto com o seu filho, Plácido Domingo Jr.. Juntos interpretam o tema "What a Wonderful World". “Inclui a letra ‘I hear babies cry’ e comecei a pensar sobre os meus filhos e netos quando estava a cantar”, afirma o tenor.

Domingo, que conta com 139 papéis no seu repertório na ópera, tanto como tenor, barítono e como maestro, confessa que este álbum não deixou de ser um dos seus maiores desafios.

“Estes temas foram celebrizados por Sinatra, Ella Fitzgerald, Louis Armstrong, entre outros. E, no entanto, qualquer pessoa em casa pode cantá-los no duche. As pessoas pensam que os temas pop são fáceis, mas apresentá-los ao público e torná-los especiais é incrivelmente estimulante", conclui.

O disco chega às lojas no dia 15 de outubro.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.