O disco de estreia do coletivo britânico, homónimo, ficou em primeiro lugar na competição, que distinguiu também, na segunda e terceira posições, as capas dos álbuns editados em 2014 por FKA Twigs e pelos Future Islands.

Nomes como Foo Fighters, Caribou, SBTRKT, Jack White e Temples também viram as capas dos seus álbuns de 2014 integrarem o top 50 do Best Art Vinyl 2014.

O design vencedor, intitulado “Falls”, é da autoria de Dan Hillier, que explica a origem da obra, inspirada em gravuras vitorianas: “Fiz esta imagem na primavera de 2014, como uma de quatro peças feitas na altura – as outras foram a Midpoint, Meta e Suit. Nomeei-a Pachamama após voltar do Peru… Pachamama é uma palavra quíchua que significa Mãe do Mundo ou Mãe da Terra. Estamos a precisar desesperadamente de redescobrir o nosso respeito por ela. Pachamama é inteligência e amor profundo, manifesta-se como um mundo aparente, dando luz a tudo, nós incluídos”.

“Os Royal Blood abordaram-me no verão, para fazer uma nova imagem para o seu álbum de estreia, e depois decidiram que queriam usar esta peça, e tem sido encantador ver o quão longe ela tem cheado”, continuou Hillier.

Em 2013, foram os White Lies que ganharam a competição, com a capa do seu mais recente álbum, “Big TV”. The Temper Trap, Bright Eyes, Klaxons, Muse, Fleet Foxes, The Cribs, Thom Yorke e Hard-Fi já foram, também, contemplados com o prémio de Best Art Vinyl.

Consulte a lista completa das 50 melhores capas de álbuns de 2014 aqui.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.