A décima edição do festival vai ainda contar com a participação de Abdulla Rashim, Alex.do, Dasha Rush, James Ruskin, Jonas Kopp, Joseph Capriati, karenn, Loco Dice, Mano Le Tough, Marco Carola, Paco Osuna, Paul Ritch, Recondite, Robert Hood, Rodhad, Schwarzmann, Shifted, Steevio, Tripeo e Vril.

Contactada pela Lusa, fonte da organização garantiu que o cartaz deste ano, para assinalar o aniversário do evento, "é composto pelos melhores nomes da música eletrónica mundial".

No início do mês a organização já tinha anunciado a presença dos Sven Vath, Dixon e The Martinez Brothers e espera ter o cartaz fechado até final deste mês.

"Ao todo já são 24 nomes mas o cartaz ainda vai a meio porque este ano teremos mais de 40 DJ e produtores no festival", adiantou a mesma fonte.

Para assinalar os dez anos de realização do festival na capital do Alto Minho, a organização vai promover eventos, em agosto, em vários espaços da cidade para aproximar o Neopop da população.

Segundo fonte da organização do festival de música eletrónica, os eventos estão previstos para a semana anterior ao início do Neopop, que este ano vai decorrer entre 12 e 15 de agosto, nas traseiras do Castelo de Santiago da Barra, na capital do Alto Minho.

Além de Viana do Castelo, aqueles eventos que antecedem o festival Neopop vão também ser promovidos no Porto.

Em 2014, e de acordo com números avançados então pela organização, cerca de 20 mil pessoas de Portugal e de outros 21 países assistiram ao festival de música eletrónica.

Na altura, em declarações à Lusa, o promotor do evento, Raul Duro, adiantou que um estudo realizado por alunos do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) em 2013 concluiu que o festival gerou, em três dias, um volume de negócios "superior a dois milhões de euros".

O passe geral para a edição deste ano já está à venda e custa 60 euros.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.