A revelação foi feita ontem à noite, durante o evento, através do Twitter: “Isto é que foi uma festa de encerramento. Olímpica. Os Libertines foram convidados, não puderam ir”.

Perante a reação negativa dos seus fãs à publicação, Barat escreveu: “Toda esta fúria para cima de mim? Viva. Ninguém, na verdade, iria perceber por que não podíamos fazê-lo”.

Recorde-se que estas declarações surgem dias depois de Pete Doherty, seu colega nos The Libertines, ter anunciado que os dois iriam trabalhar em novo material, juntos. “Falei com o Carl ontem e ele vem ter a Paris. Então, talvez voltemos para a Tailândia juntos e façamos algumas composições”, revelou Doherty em entrevista ao programa online “Hermu & Harris Unhinged”.

Além de Carl Barat, também Noel Gallagher terá recusado participar na cerimónia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres, que recebeu as atuações dos Muse, The Who, Beady Eye, Emeli Sande, Madness, Pet Shop Boys, One Direction, Ray Davies, George Michael, Kaiser Chiefs, Ed Sheeran com Nick Mason, Mike Rutherford e Richard Jones, Fatboy Slim, Jessie J, Tinie Tempah, Taio Cruz, Spice Girls, Brian May, Roger Taylor, Take That, entre outras.

Sara Novais

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.