Álvaro Covões, diretor geral da promotora Everything Is New (NOS Alive) e membro da direção da Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE ), voltou a comentar as novas limitações impostas pelo Estado de Emergência.

"Somos os únicos que não podemos fazer take-away ou delivery, mas pelos vistos, ninguém quer saber de nós”, lamentou Álvaro Covões na sua conta no Instagram.

Nas próximas semanas, durante a semana, os concertos têm de terminar até às 22h30. Já nos próximos dois fins de semana, os espetáculos só podem acontecer até às 13h00.

"Nós na Cultura somos resilientes. Ninguém nos pára. Adaptamo-nos as circunstâncias e não desistimos. Muitos de nós estão a passar sérias dificuldades, mas todos juntos vamos superar esta adversidade. Só queremos trabalhar, deixem-nos trabalhar em segurança", frisou o diretor geral da promotora Everything Is New no início da semana.

"A vida sem a música não seria a mesma. 'The Show Must Go On'. Apoiem a cultura, vão a espetáculos e a museus", rematou.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.