Os Depeche Mode entraram oficialmente para o Rock & Roll Hall of Fame numa cerimónia virtual decorrida na noite do passado sábado e que pode ser vista na HBO Portugal. Além da banda britânica, também os Nine Inch Nails, The Doobie Brothers, The Notorious B.I.G., T-Rex e Whitney Houston se juntaram à lista da instituição, atualizada anualmente. Jon Landau, que geriu a carreira de Bruce Springsteen, e Irving Azoff, manager dos Eagles, receberam o prémio Ahmet Ertegun.

Dave Gahan, Martin Gore e Andrew Fletcher, a formação dos Depeche Mode nas últimas décadas, agradeceram aos antigos elementos do grupo, Vince Clarke e Alan Wilder, e lembraram artistas que os inspiraram e que também se encontram no Rock & Roll Hall of Fame, como David Bowie, Iggy Pop and the Stooges ou The Clash.

"A música salvou-nos em vários sentidos", assinalou Gahan. "Enquanto crescemos, ouvir música ajudou-nos a sentirmo-nos normais, a fazer parte de qualquer coisa", disse ainda o vocalista. "É o efeito da música nas pessoas e penso que os Depeche Mode proporcionaram-no a muito gente. A música junta as pessoas e só Deus sabe como precisamos dela hoje, mais do que nunca", acrescentou. Veja o discurso abaixo:

A entrada dos Depeche Mode na lista foi apresentada por Charlize Theron, que sublinhou ser fã do grupo desde a adolescência. "Obrigada por terem sido a banda sonora da minha vida, rapazes", agradeceu a atriz sul-africana. "Não estou a brincar - houve literalmente uma canção para cada episódio da minha vida: o meu primeiro encontro, a minha primeira saída da África do Sul, e claro, a primeira vez que tive o coração partido".

Theron contou ainda que se emocionou ao ponto de chorar quando teve oportunidade de ver a banda ao vivo, há poucos anos, num concerto durante o qual percebeu que a celebração da diferença era um dos motivos pelo qual se tinha tornado fã.

Além da atriz, os Depeche Mode foram homenageados por vários músicos na cerimónia: Chris Martin, dos Coldplay; Win Butler, dos Arcade Fire; Lauren Mayberry, dos Chvrches; e Billy Gibbons, dos ZZ Top.

O Rock & Roll Hall of Fame considera elegíveis artistas que possuem 25 anos de lançamento da sua primeira gravação comercial. Os novos membros são escolhidos através de uma votação com mais de 1000 músicos, historiadores e membros da indústria que levam em consideração o trabalho de toda a carreira do artista, a sua inovação, habilidade e influência.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.