Trata-se do programa Atalaia Artes Performativas 2016, promovido pela Atalaia - Associação dos Amigos da Cultura e das Artes e que inclui 14 residências de criação artística, as quais decorrem durante este mês, agosto e setembro nas vilas de Ourique, Aljustrel e Almodôvar, no distrito de Beja.

Cada uma das residências, durante as quais os artistas trabalham com as comunidades locais, dará origem a um espetáculo, pelo menos, explicou hoje à agência Lusa Vítor Alves Brotas, da Atalaia, com sede em Ourique.

Os espetáculos resultantes das residências serão apresentados ao público no Festival de Artes Performativas do programa, que irá decorrer entre os dias 29 de setembro e 9 de outubro, em vários locais daquelas três vilas, disse.

Segundo a associação, o programa Atalaia Artes Performativas 2016 conta com a participação de artistas de África do Sul, Argentina, Brasil, Bulgária, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos América, França, Gana, Holanda, Itália e Portugal.

À edição deste ano do programa, a terceira, puderam candidatar-se criadores portugueses e estrangeiros nascidos antes de 1998, que apresentaram propostas de trabalho para residências de criação e apresentações finais no campo das artes performativas contemporâneas, das quais foram selecionadas 14 por um júri.

O programa, promovido em colaboração com os municípios de Almodôvar e Ourique e a Direção Regional de Cultura do Alentejo, foi criado para apoiar a produção e a investigação nas diversas áreas da arte contemporânea, como dança, teatro, performance, música, artes plásticas, multimédia e novo circo, "em lugares por vezes inusitados, afastados dos grandes centros de produção artística", explica a associação.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.