A Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE), que junta os principais promotores de espetáculos e festivais em Portugal, nasceu este ano para "unir esforços entre os protagonistas do setor por forma a melhorar a oferta de espetáculos e festivais em Portugal e, por inerência, alavancar áreas vitais para o país, como a cultura, o turismo e a economia".

Em comunicado, Jorge Lopes, da PEV- Entertainment, Álvaro Covões, da Everything is New, e Paulo Dias, da UAU,  impulsionadores da associação, frisam que o principal objetivo do primeiro ano de mandato é "fazer regressar o IVA dos espetáculos ao vivo e exposições aos 6%".

"Os espetáculos e festivais atraem cada vez mais e mais turistas, sendo hoje um dos principais conteúdos que valorizam o destino Portugal e por consequência um elemento fundamental para a dinamização da economia. Os promotores, enquanto empresários e agentes culturais, têm feito um esforço por manter os preços dos bilhetes entre os mais baixos da Europa, de forma a garantir o acesso a espetáculos a todos os públicos", frisa a APEFE, acrescentando que pretende ainda aumentar a troca de experiências entre os vários promotores em matérias como produção.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.