A cerimónia dos Brit Awards não poderia ter corrido melhor para Adele. A cantora começou por vencer o galardão de Artista Britânica Feminina e, no discurso, dedicou o prémio a Kesha, artista que enfrenta em tribunal um processo contra o produtor Dr. Luke.

"Gostaria de aproveitar este momento para, publicamente, mostrar o meu apoio a Kesha", disse Adele.

Kesha, conhecida por temas como "TiK ToK" e "Die Young", instaurou um processo contra Dr. Luke, de quem diz ter sido vítima de abuso sexual e violência psicológica. Em tribunal, a artista pretendia que o contrato com o produtor e com a editora discográfica fosse anulado, ficando, assim, livre para trabalhar com novos produtores.

Na passada sexta-feira, 19 de fevereiro, um juiz de Nova Iorque não deu razão a Kesha, que, para já, continua obrigada a ficar ligada contratualmente à editora até 2017. Depois da decisão do tribunal, cantoras como Lady Gaga, Lorde, Ariana Grande e Kelly Clarkson também defenderam a artista nas redes sociais.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.