Uma romagem e deposição de uma coroa de flores junto ao monumento que retrata José de Castro (1931-1977), em Paço d´Arcos, seguida da apresentação de uma curta-metragem sobre o ator assinalam, sábado à tarde, uma homenagem ao ator.

Trata-se da habitual homenagem que a Câmara de Oeiras presta todos os anos ao ator nascido em Paço de Arcos, sendo que, este ano, a iniciativa integra ainda a exibição, na sede do Clube Desportivo de Paço d´Arcos, da curta-metragem “José de Castro – realidade e ficção”, de Graça Patrão, e um momento musical com Jorge Mendes e José Braga, em homenagem a Amália Rodrigues e a Alain Oulman.

José de Castro nasceu em Paço de Arcos a 16 de novembro de 1931 e iniciou a carreira no clube Desportivo daquela vila, em 1952. Mais tarde, passou pelo Teatro Nacional D. Maria II.

Ao longo da carreira foi agraciado com o Prémio Eduardo Brazão, o Prémio de Imprensa (1958, 1964, 1968 e 1970) e o de Melhor Ator Português (1962 e 1972).

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.